Um versículo para você!

domingo, 20 de abril de 2014

LEMBRANÇAS DA PÁSCOA 2014

A lembrancinha da Páscoa que demos 
as crianças da igreja este ano. 
Uma sacolinha cheia de guloseimas. 
Uma delícia! 















quarta-feira, 16 de abril de 2014


CARTÃO DA PÁSCOA


ILUSTRAÇÕES PARA AULAS











A PARTICIPAÇÃO DOS PAIS NO PROJETO DE DEUS PARA OS FILHOS



“Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensina-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa. Escreva-as nos batentes das portas de sua casa e em seus portões.” (Dt 6:6-9)
O projeto de Deus para os nossos filhos é transformar o coração deles (de dentro para fora) através da ação redentora e transformadora do Espírito Santo nos méritos do sacrifício de Cristo na cruz.
Deus tem um papel para nos pais nesse processo todo. De fato nós não temos poder de salvar nem transformar o coração de ninguém, somente Deus fazê-lo, mas no processo da ação do Pai Celestial ele nos escolheu como pais terrenos e nos deu algumas tarefas.
Assim na conversão é Deus quem opera, mas o faz através da proclamação humana das verdades do Evangelho, no processo de resgate dos nossos filhos também é Deus quem opera, mas o faz através da ação dos pais.
O projeto de Deus para os pais inclui basicamente duas ações centrais: instrução e correção. Para ficar mais fácil a compreensão, podemos comparar nesse caso a saúde física como a saúde espiritual. Par que nossos filhos tenham saúde física nós devemos basicamente nutrir (alimentar) e dar remédios (para correção de alguma doença quando ela aparece). Idem para a saúde espiritual: nutrição e correção (remédio).
 A função dos pais então seria alimentar os filhos com as “coisas” de Deus e quando eles se perdem (ficam doentes espirituais)  dar o remédio (correção). Quero ressaltar duas afirmações:
·         Se os pais forem omissos no seu papel de nutrir e corrigir, os filhos pagarão o preço;
·         O que sustenta a saúde espiritual é a nutrição e não correção. O que sustenta a vida é o alimento não o remédio. É claro que deveremos como pais cristãos usar a disciplina, mas o que manterá nossos filhos em pé será o alimento diário do ensino na Palavra de Deus.
Nós não podemos salvar os nossos filhos, mas podemos ser co-participantes da felicidade ou da falta dela na vida deles!
Adaptado do site Educando Filhos.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TEM MAIS... PODE OLHAR E COPIAR. MAS COLOCA O LINK, TÁ?

 
© Copyright 2009-Reneide Criações. All rights reserved